Virtualização de Hardware

Para a maioria das equipes de TI, a palavra “virtualização” evoca idéias da execução de vários sistemas operacionais em uma única máquina física. Isso é virtualização de hardware e, embora não seja o único tipo importante de virtualização, sem dúvida é o mais visível hoje, ao qual abordamos abaixo.

Nota: Em outro tópico de nosso site falamos da VDI ou Virtualização de Infraestruturas de Desktops.

A idéia básica da virtualização de hardware é simples: Usar software para criar uma máquina virtual que emula um computador físico. Isso cria um ambiente com um sistema operacional separado e distinto que é logicamente isolado do servidor físico.

Com isso temos o conceito das VM´s ou na sigla em inglês (Virtual Machines – Máquinas Virtuais), que são como dito vários sistemas operacionais rodando simultaneamente em um mesmo servidor físico utilizando e compartilhando seus recursos de memória, disco e cpu.

Ao fornecer várias VMs de uma vez, esta abordagem permite que se executem vários sistemas operacionais simultaneamente em uma única máquina virtual.

Em vez de pagar por muitos servidores subutilizados, cada qual dedicado a uma carga de trabalho específica, a virtualização de servidores permite consolidar essas cargas de trabalho em um número menor de máquinas totalmente utilizadas. Isso implica em menos gente para gerenciar aqueles computadores, menos espaço para acomodá-los e menos kilowatts/h de energia para executá-los, e tudo isso economiza dinheiro.

A virtualização de servidores também facilita a restauração de sistemas com falha . Máquinas virtuais são armazenadas como arquivos e, portanto, restaurar um sistema com falha pode ser tão simples quanto copiar seu arquivo para uma nova máquina.

Como VMs podem ter configurações de hardware diferentes da máquina virtual em que são executadas, esta abordagem permite restaurar um sistema com falha em qualquer máquina disponível. Não é exigência de se usar um sistema fisicamente idêntico.

Resumindo: A Virtualização é a habilidade de abstrair um recurso entre vários indivíduos, mas mantendo-o isolado, encapsulado e único. Bonito não é?

Portanto , refere-se a tecnologias criadas para fornecer uma camada de abstração entre sistemas de hardware de computador e o software que roda nestes sistemas.

Ao proporcionar uma visão lógica dos recursos de computação, em vez de uma visão física, as soluções de virtualização possibilitam duas coisas muito úteis: que você leve seus sistemas operacionais a pensarem que um grupo de servidores é um pool único de recursos de computação e que você rode múltiplos sistemas operacionais simultaneamente em uma única máquina.